10.2.16

BARCO DE APOIO MARÍTIMO É COLOCADO À VENDA

Imagem ilustrativa


A empresa PJ está colocando à venda, um barco adaptado para serviço de apoio marítimo. Ele mede 12,5 metros, com 16 AB (arqueação bruta), e calado de 1,20m. A praça de máquinas abriga um grupo gerador de 20 KW. O barco também pode ser utilizado na atividade de pesca.


Os interessados podem entrarem em contado através do telefone (84) 8636-5780. 

ACABOU O CARNAVAL - É HORA DE COLOCAR AS FINANÇAS EM ORDEM




A velha história de que a ano só se inicia depois do Carnaval já não é mais tão real, sendo que, o mercado de trabalho faz com que as pessoas já iniciem o ano no gás total, entretanto, uma coisa não se pode negar, grande parte dos gastos extras das famílias ocorre no período entre o fim de ano e Carnaval.
Assim, se além da ressaca comum da festa você também já começa sentir a "ressaca financeira", não adianta nada só ter o sentimento de culpa e aguardar que a bomba do endividamento estoure. É hora de enfrentar o problema de frente e enfrentar a dura realidade de ter que ajustar a vida financeira.

Pensando nisso elaborei algumas orientações para quem quer mudar a realidade.financeira.neste.momento:

Reverta a situação imediatamente: Se gastou demais, lembre-se de tudo e planilha os mesmos, se observar que a situação realmente está crítica e que terá que se endividar para pagar tudo, veja o que pode ser postergado o pagamento sem juros, negocie. Caso não seja possível, busque linhas de créditos que ofereçam juros ais baixo, evitando limites de cheque especial ou cartão de crédito que possuem juros abusivos.

Planejamento é necessário: liste os ganhos mensais. Liste todas as despesas – fixas e variáveis. Avalie sua situação financeira. Há margem para novos gastos? Há pendências financeiras? Faça um esforço para identificar excessos, que geralmente representam 30% das despesas das famílias brasileiras. Evite a todo custo entrar no limite do cheque especial e pagar a parcela mínima do cartão de crédito.

Família unida: Reúna-se com a família para definir os desejos de curto (até um ano), médio (até cinco anos) e longo (mais de 10 anos) prazos ou aqueles que se pretende em realizar em 2016 e incorpore o valor mensal necessário para a realização dos mesmos no orçamento mensal do próximo ano. Subtraia o valor desses sonhos da receita. O saldo restante é o orçamento para as demais despesas mensais.

PARA ECONOMIZAR E POUPAR SEMPRE

Pesquisar preço e comprar à vista: Tudo que se compra em prestações paga-se mais caro. Já quem pesquisa o melhor preço paga menos e aumenta a chance de comprar à vista e obter desconto.

Pedir desconto: Se um produto custa mil reais e pode ser parcelado em 10 vezes de 100 reais, certamente à vista custará de 10% a 20% menos.

Reter 10% dos rendimentos: para começar a construir a independência financeira, deve-se guardar 10% do que ganha. Com o tempo, pode-se partir para um plano de previdência privada para complementar o INSS.

Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educação Financeira (Abefin), autor do best-seller Terapia Financeira e da primeira coleção completa de educação financeira para escolas, que já é adotada em mais de 1500 escolas em todo o Brasil.


8.2.16

EXPORTAÇÃO DA INDÚSTRIA SALINEIRA DO RN CRESCEU 9,43% NO MÊS PASSADO


Montanha_de_sal_no_porto_de_natal._

Em janeiro, mais de 134,7 mil toneladas de sal deixaram o porto-ilha de Areia Branca embarcadas em navios com destino ao exterior e às regiões Sul e Sudeste do Brasil. A quantidade representa um aumento de 9,43% comparado ao mesmo mês do ano passado. No acumulado de 2015, foram embarcadas 1,95 milhão de toneladas do produto. Além de superar a expectativa – que era de 1,8 milhão - a operação foi superior à de 2014 em 427 mil  de toneladas, o que representou um incremento de 28% de um ano para o outro. 

O volume de sal que deixa o estado pelo mar deve ser ainda maior a partir de agora. Desde o ano passado, o porto de Natal também passou a embarcar sal a granel. As operações deste tipo devem continuar na capital. 

As informações são da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), que administra os portos de Natal e de Areia Branca. De acordo com o diretor-presidente, Emerson Fernandes, a perspectiva para 2016 é aumentar ainda mais a quantidade de sal que sairá do estado através do Porto Ilha de Areia Branca. “A meta é 2,2 milhões de toneladas. E acredito que a gente possa até superá-la”, apontou.

De acordo com ele, o objetivo é que até 2020 sejam transportadas por meio marítimo 3,5 milhões de toneladas. Outro modo de escoamento é o rodoviário, através de caminhões. 

O desafio, entretanto, é conseguir aumentar o movimento mesmo sem receber recursos para a recuperação de aquisição de equipamentos como tratores, esteiras e guindastes, que facilitariam o recebimento e o transporte das cargas até os navios. Apesar de ter um orçamento aprovado ainda para 2015 na Secretaria de Portos do governo federal, a Codern até hoje não recebeu recursos para fazer esse tipo de investimento. 

Para tentar receber ao menos parte do valor necessário, a direção enviou a Brasília pedidos menores que os primeiros. O penúltimo, por exemplo, previa gastos de R$ 39 milhões. O último, listadas apenas as prioridades, foi reduzido a menos da metade: R$ 15,3 milhões. Ainda assim, nenhum repasse foi feito. 

Em reportagem publicada pelo NOVO em novembro de 2015, o presidente do Sindicato da Indústria de Moagem e Refino de Sal do RN (Simorsal), Renato Fernandes da Silva, relatou justamente um problema que impediria o aproveitamento pleno do porto ilha. Os salineiros pediram ao governador Robinson Faria (PSD) interferência junto a Secretaria de Portos para melhorar o descarregador de barcaças do porto, que não atendia bem à demanda.

O Rio Grande do Norte é Responsável pela produção de 97% do sal brasileiro. Conforme dados do próprio porto e do sindicato. Quando varia negativamente, o estado é responsável por 95% da produção.

Em números arredondados, 60% da produção é escoada para o exterior e 40% são consumidos pelo mercado interno.

A maior parte do sal não é usada para consumo humano, mas pela indústria – em especial a indústria química. Conforme Emerson Fernandes, dos 150 principais produtos químicos, 104 tem sal na sua composição.

Estados Unidos 

Para o diretor do porto, janeiro historicamente não está entre os meses com maior movimento de sal. Ele afirma que a partir de maio a quantidade de sal transportada aumenta mais. É no início do ano, entretanto, que os salineiros mais exportam o produto para os Estados Unidos, onde é utilizado para derreter a neve acumulada nas estradas, no rigoroso inverno da América do Norte.  

A exportação é uma alternativa buscada pelos produtores na expectativa de recompor o preço do produto, que caiu bastante nos últimos anos. No ano passado, o sal custava entre US$ 26 e US$ 28 por tonelada, enquanto no mercado interno o preço ficou em R$ 40 e R$ 50. Três anos antes eram R$ 180 por tonelada.

Ao meio-dia da última sexta-feira (5), três caminhões descarregavam sal na área de cargas do porto de Natal. É que na próxima quarta-feira de cinzas (10), um total de 40 mil toneladas do produto serão embarcadas em um cargueiro previsto para atracar no terminal. Quando for concluída a operação, ela será a maior do tipo já realizada no terminal da capital potiguar.
A direção do porto não soube informar para onde a carga de sal seguirá. Sabe, porém, que é para exportação. Desde 2015, o porto de Natal passou a transportar sal a granel – anteriormente, só ensacado. O produto vem de salina Diamante Branco, localizada em Galinhos, uma vez que é mais vantajoso trazer o produto a Natal que levá-lo ao Porto Ilha de Areia Branca.
“A melhor forma de transportar sal, como a maioria das mercadorias transportadas a granel é por via marítima. Nós estamos aproveitando esse excedente da produção de sal que não está tão próxima de Areia Branca – está mais perto de Natal – procurando direcioná-la para ser embarcada aqui”, afirmou.
Em 2015, o terminal da capital potiguar embarcou, em média 22,5 mil toneladas a cada 30 dias. A previsão para 2016 é que a cada dois meses, haja embarques do porte deste previsto para esta semana, com 40 mil toneladas. “Pode ser também embarques menores e mais próximos uns dos outros. Aumentar o volume é uma meta nossa para 2016”, apontou o diretor-presidente da Codern, Emerson Fernandes.
O diretor reforçou que o porto de Natal é voltado para vários produtos e itens, como frutas, pescados, entre outros, ao contrário de Areia Branca, que é voltado exclusivamente para o sal.
Ainda de acordo com ele, em Areia Branca a companhia se encontra mensalmente com empresários do ramo salineiro – numa espécie de comissão - para planejar o mês subseqüente. Nesses encontros, são repassadas as previsões de chegada dos navios contratadas pelos empresários. Cabe à Codern, baseada nessas informações, reservar espaço para as cargas previstas por cada um dos empresários e determinar a ordem das embarcações.
“A gente tem um cuidado muito grande, para que funcione bem - principalmente sabendo que o terminal salineiro só tem um berço, só pode atracar um navio de cada vez. Tenho que deixar bem determinado quem é o da vez. Obedecendo a regra, ninguém sai prejudicado”, argumentou.
O estado tem mais de 100 empresas de salinas segmentadas entre micro, pequenas, médias e grandes. Somente a Salinor, porém, responde por 45% da produção nacional de sal. A Salinas do Nordeste SA produz 2,5 milhões de toneladas por ano. A produção é concentrada nos municípios de Areia Branca, Galinhos, Grossos, Guamaré, Macau, Mossoró e Porto do Mangue.
A estiagem ocorrida nos últimos anos, apesar de ruim para vários segmentos da economia potiguar, foi vantajosa para os salineiros. Quanto menos chuva, melhor a produção. Em média, o estado produz entre 5 e 6 milhões de toneladas ao ano.
Além do transporte por via marítima circulam diariamente, de acordo com o Sindicato das Empresas de Moagem e Refino de sal, entre 400 e 500 carretas, que partem do pólo salineiro norte-rio-grandense para o restante do país.
POR

  FEVEREIRO 7, 2016  0

MARINHA DO BRASIL REALIZA CURSO PARA CAPITÃO AMADOR EM AREIA BRANCA



A Agência da Capitania dos Portos em Areia Branca, continua com inscrições para exame de habilitação para Capitão Amador/2016. As inscrições tiveram início no dia 12 de janeiro e serão encerradas nesta sexta-feira, dia 12.

A aplicação do exame será no dia 27 de abril às 14:00hs, e a divulgação dos resultados até o dia 30 de junho/2016.
Instruções gerais, programa de exame e referência bibliográficas constantes do anexo 5-A da NORMA-02, 2005

O QUE É CAPITÃO AMADOR

Curso destinado para quem é habilitado em Mestre Amador e deseja pilotar uma embarcação de esporte e ou recreio a vela ou a motor SEM RESTRIÇÕES DE LIMITE ,com validade Internacional.

Neste curso o participante adquirirá os conhecimentos necessários e fundamentais a uma navegação segura, além da leitura de Cartas Náuticas, traçado de Rumos, Visadas, Navegação Eletrônica e princípios básicos do GPS.

Depois da parte teórica, serão apresentados diversos exercícios sobre navegação, além de simulação de perguntas na sala de aula, desenvolvimento de problemas e um teste simulado no mesmo molde do aplicado pela Marinha.
Com vista a modernização dos conhecimentos de navegação, serão dados a conhecer as Cartas Sinóticas, Cartas Piloto e Cartas Digitais, com uma breve apresentação do uso de um computador a bordo. 

A duração do Curso é de aproximadamente 80 horas, podendo, também ser ministrado de forma mais detalhada em oito finais de semana (sábado e domingo) ou ainda de outra forma mais conveniente aos participantes, respeitando sempre a carga horária necessária.



O CANDIDATO DEVERÁ APRESENTAR A SEGUINTE DOCUMENTAÇÃO:
1-
CÓPIA AUTENTICADA DA CARTEIRA DE IDENTIDADE (A AUTENTICAÇÃO PODERÁ SER FEITA NO PRÓPRIO LOCAL DE INSCRIÇÃO, MEDIANTE A APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTO ORIGINAL)
2-
CÓPIA AUTENTICADA DO CPF (A AUTENTICAÇÃO PODERÁ SER FEITA NO PRÓPRIO LOCAL DE INSCRIÇÃO, MEDIANTE A APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTO ORIGINAL)
3-
ATESTADO MÉDICO, EMITIDO HÁ MENOS DE 01 ANO, QUE COMPROVE BOM ESTADO PSICOFÍSICO, INCLUINDO LIMITAÇÕES, CASO EXISTAM.
- O atestado médico é dispensável para os candidatos que apresentarem sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dentro da validade.
4-
RECIBO DE TAXA DA INSCRIÇÃO- GRU COBRANÇA. (gerar boleto)
5-
CÓPIA DO COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA (CONTA DE ÁGUA, LUZ OU TELEFONE)

7.2.16



"ARRASTÃO" PRAIA-CENTRO É O DESTAQUE DO CARNAVAL DE AREIA BRANCA, NESTE DOMINGO |

Paredão do Bodim está de volta para animar o folião areia-branquense (Foto: Jair Silva) 

Neste domingo, 7, a praia de Upanema, a mais próxima da zona urbana de Areia Branca, volta a ser palco de concentração de milhares de foliões no aquecimento para o grande "arrastão" que sairá após as 16h com o poderoso Paredão do Bodim animando a multidão ao longo do circuito praia-centro.

Em virtude do sucesso do “arrastão” do ano passado, desta feita os foliões serão presenteados com dois “arrastões”, hoje e terça-feira, 9. Sendo que nesta segunda-feira, 8, o Paredão do Bodim vai puxar o bloco “A Soma Dá Mais de 300”, que costuma levar entre 6 mil e 10 mil foliões às ruas.

O “arrastão” de hoje será nos moldes dos anteriores, com a movimentação na praia começando a partir do meio-dia, como preparação para o grande "arrastão".
Bloco A Soma arrasta multidão na segunda-feira de Carnaval (Foto: Ribamar Dantas / Foto Center)


Israel Dantas, o "Bodim do Paredão", promete novidades na sua carreta (Foto: Reprodução/Facebook)

Todo um esquema de segurança foi montado, com participação da polícia e homens contratados pela iniciativa privada para garantir a tranquilidade dos foliões.


Ponto alto do Carnaval de Areia Branca ao longo dos anos, os "arrastões" da praia até o centro da cidade, num percurso de mais de três quilômetros, constituem uma marca registrada da folia de momo em nível local.

Fonte: costabrancanews

5.2.16



CRONOGRAMA DE CURSOS DO PREPOM 2016

MARINHA DO BRASIL
DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS - DPC


CFAQ-I C –MOÇO DE CONVÉS e MOÇO DE MÁQUINAS


CAPITANIA DOS PORTOS DE FORTALEZA




CURSO
INSCRIÇÃO
INICIO DO CURSO
VAGAS
CFAQ-I C
19/04 a 19/05/2016
18/06 a 26/10/2016
30
CFAQ-I M
19/04 a 19/05/2016
18/06 a 04/11/2016
30



CFAQ-I C –MOÇO DE CONVÉS

DELEGACIA DA CAPITANIA DOS PORTOS EM SÃO 
FRANCISCO DO SUL/ SC




CURSO
INSCRIÇÃO
INICIO DO CURSO
VAGAS
CFAQ-I C
03/03 a 04/04/2016
02/05 a 26/09/2016
25


CFAQ-I C –MOÇO DE CONVÉS

DELEGACIA DA CAPITANIA DOS PORTOS EM SÃO SEBASTIÃO/SP


CURSO
INSCRIÇÃO
INÍCIO DO CURSO
VAGAS
CFAQ-I C
ASD
01/06 a 24/11/2016
35


FORÇA MARITIMA

4.2.16

YACHT CLUB ILHABELA REALIZA EVENTO NO SACO DO SOMBRIO NO DOMINGO DE CARNAVAL

I Grito de Carnaval


O Yacht Club Ilhabela convida sócios e amigos para o I Grito de Carnaval, que será realizado no domingo, 7 de fevereiro, a partir do meio-dia, na sub-sede do clube no Saco do Sombrio.
Na ocasião, os presentes saborearão uma deliciosa paella ao som da banda Yuna. Os ingressos para o evento, limitado a 100 pessoas, estão a venda no departamento social do Yacht Club Ilhabela no valor de R$ 150 por pessoa, incluindo água, cerveja e refrigerante, e não havendo cobrança de rolha, caso o convidado queira levar sua própria bebida.
Mais informações pelo telefone (12) 3896-2300 ou via e-mail  social@yci.com.br.

Foto: Divulgação

CONFIRA TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA CONTRATAR UM BOM MARINHEIRO




A tarefa de contratar um bom marinheiro não é tão simples quanto escolher um eficiente empregado doméstico, é bem mais complexo.

Ser marinheiro virou uma profissão séria, que exige uma série de pré-requisitos de seus candidatos. Afinal, como quase sempre acontece em um passeio de barco, a maioria dos preparativos para a alegre saída de fim de semana com a família ficarão por conta do marinheiro.

E, se ele não for uma pessoa qualificada, seu lazer começará a ir por água abaixo antes mesmo de começar. E pior: se, uma vez na água, ele não souber como lidar com uma situação de risco, aí, então, você estará perdido.

Por isso, a NÁUTICA de janeiro, que está disponível nas bancas de todo o país e pela loja online, traz tudo o que você precisa saber para contratar um bom marinheiro, desde as dicas para não errar na escolha, até o que o profissional precisa saber. Você não pode perder, garanta já a sua!



Foto: Fotol

GUIADA PELAS ESTRELAS, CANOA HAVAIANA QUE DÁ VOLTA AO MUNDO CHEGA A NATAL

Hokule'a chegou nesta terça-feira (2) e deve seguir viagem no domingo (7).

Havaianos querem mostrar que o planeta 'é uma grande ilha'.


 Havaianos querem mostrar que o planeta é
uma grande ilha (Foto: Jason Patterson)


Uma aventura em companhia de um punhado de amigos. É isso que um grupo de havaianos decidiu fazer: dar a volta ao mundo. Eles usam uma canoa à vela e são guiados pelas estrelas, assim como faziam seus ancentrais. 

A jornada começou em 2013 e deve terminar em 2017. Os aventureiros já passaram por lugares como a Nova Zelândia, Austrália e África do Sul. Cruzando o Oceano Atlântico, a canoa foi até Fernando de Noronha e chegou a Natal nesta terça-feira (2).

O projeto existe há 40 anos. Construída na década de 70, a canoa Hokuleʻa tem o objetivo de provar que "o planeta é uma grande ilha". Hokule'a pode ser traduzido para "estrela da alegria", que sempre brilhou forte na cultura havaiana.

O brasileiro Henrique Pistilli começou a acompanhar o grupo em Noronha. Ele veio até a capital potiguar e explicou o motivo do projeto. "É uma expedição de valor para os havaianos porque é um resgate cultural. Eles foram até os mais velhos para aprender como guiar a canoa. É uma troca de culturas", disse.



São histórias de 18 tripulantes que se conectam durante a viagem. A missão foi intitulada "Malama Honua", que significa "cuidar do planeta". Pistilli contou que "além de provar que o planeta é uma ilha, a jornada quer mostrar que as histórias de quem vive em pequenas ilhas são poderosas para inspirar estilos de vida sustentáveis".

Jason Patterson, um dos viajantes, elogiou as praias brasileiras. "Águas claras, ótimas ondas para surfar e um lindo pôr do sol", disse. O grupo vai ficar em Natal até domingo (7) e deve seguir para as Ilhas Virgens Americanas. A canoa é guiada pelos havaianos e possui um GPS que é usado apenas para rastreamento.


3.2.16


CURSOS DE EBGL E EBPQ NA REGIÃO NORDESTE SOMENTE EM RECIFE




Os cursos especiais de EBGL – Curso Básico de Navios-tanque para Gás Liquefeito (EBGL) e Curso Básico de Navios-tanque Petroleiro e para Produtos Químicos (EBPQ), serão realizados na região nordeste, somente na cidade de Recife.

PROGRAMAÇÃO  


CURSO
INSCRIÇÃO
INÍCIO DO CURSO
VAGAS
EBPQ
07/ABRIL A 09/MAIO
06JUNHO A 15 DE JUNHO
30
EBGL
14 DE ABRIL A 16 DE MAIO
13 DE JUNHO A 17 DE JUNHO
30


Os cursos destinam-se a qualificar oficiais e subalternos com os padrões de competência e habilidades básicas exigidas conforme a Regra V/1-2 da Convenção Internacional sobre Padrões de Instrução, Certificação e Serviço de Quarto para Marítimos (STCW-78, como emendada).
 Condições para inscrição: Ser Aquaviários do 1º e 2º Grupos, com habilitação a partir do nível 3. Não haverá exame de seleção.


Matrícula: As vagas serão distribuídas da seguinte forma:
a)     20% pelos candidatos indicados por empresas de navegação em dia com a contribuição do FDEPM e que possuam Navios-Tanque, por meio de carta endereçada ao Órgão de Execução (OE).

b)  b) 80% pelos candidatos avulsos com mais Tempo de Embarque, até o 1º dia de inscrição. Em caso de empate, terá prioridade o candidato com mais idade.

Facilidades oferecidas aos alunos:
A)     Material de ensino, por empréstimo; b) Merenda escolar; e c) Alojamento para aqueles residentes fora da cidade de realização do curso, quando disponível no OE.
B)   Disciplinas e cargas horárias BÁSICO DE NAVIOS-TANQUE PARA GÁS LIQUEFEITO.40H/A TEMPO RESERVA E ATIVIDADE EXTRACLASSE: 04 H/A CARGA HORÁRIA TOTAL: 44 H/A.

C)   Disciplinas e cargas horárias BÁSICO DE NAVIOS-TANQUE PETROLEIRO E PARA PRODUTOS QUÍMICOS 46H/A TEMPO RESERVA E ATIVIDADE EXTRACLASSE: 04 H/A CARGA HORÁRIA TOTAL: 50 H/A.

INSTITUTO DANIEL DE LA TOUCHE NO MARANHÃO INICIOU CURSO DE MOÇO DE CONVÉS E MOÇO DE MÁQUINAS


Em contato com a diretoria do Instituto Daniel de La Touche, com endereço em São Luis do Maranhão, este blog foi informado que desde o dia 05 de janeiro, foram iniciados dois cursos, sendo um Curso de Formação de Aquaviários - Moço de Convés (CFAQ-I C), e o Curso de Formação de Aquaviários - Moço de Máquinas (CFAQ-I M). Cada turma é composta por 30 alunos.
Segundo fomos informados, os 60 alunos foram indicados e serão custeados por uma empresa do estado do Maranhão. O valor do curso não foi revelado.
Um dos membros da diretoria do Instituto Daniel de La Touche, informou que o curso terá a duração de 06 meses de aulas teóricas na 1ª fase, e  mais 02 meses de estágio embarcado, na 2ª fase, conhecido como PIM – Programa de Instrução no Mar.
Segundo o PREPOM-2016, o curso CFAQ-I C (Moço de Convés), ministrado pela Marinha do Brasil, tem a duração de 04 meses e 07 dias, além de 02 meses de estágio embarcado (PIM).

Os cursos para Taifeiro e Cozinheiro, estão previstos para começarem dentro de dois meses, e novas turmas para Moço de Convés e Moço de Máquinas, somente em outubro do corrente ano.

Telefones para contatos: (98) 3227-0432 e 3235-3135.